Ínicio » Animais » O microchip de identificação animal
SABIA QUE A LEGISLAÇÃO …

… obriga a que todos os cães em Portugal, nascidos após 2008, estejam identificados com um dispositivo eletrónico, vulgarmente chamado de microchip. Este dispositivo é implantado sob a pele e funciona com leitores próprios. Cada microchip contém um número que é único no mundo. É importante salientar que não permite a localização do animal identificado, apenas reconhece o animal por intermédio de um código que fornece ao leitor, o qual depois corresponde a um animal, um proprietário e um médico veterinário numa base de dados.

Este dispositivo identifica também quem é o proprietário, tanto para fins legais como para devolução de animais perdidos. As informações devem, no entanto, ser atualizadas na base de dados. Se muitos animais são devolvidos aos seus donos, outros nunca o são, seja porque os dados não foram atualizados ou porque nunca foi registado em nenhuma base de dados. Cada proprietário pode consultar a base de dados e confirmar o registo e a informação.

A implantação do microchip deve ser realizada por um médico veterinário, a única pessoa qualificada para implantação e a responsável muitas vezes pelo registo online. Outras pessoas podem não seguir as regras corretas de higiene e de injeção para a implantação e não podem resolver incidentes que possam ocorrer.