Ínicio » De Corpo e Alma » Especial visão: Cuide dos seus olhos

A linha da vida dos seus olhos

Aos 40 anos
Começo
As dificuldades para ver ao perto, ou seja, a fadiga ocular ou presbiopia (perda de elasticidade no olho). Deve a cada 2 anos fazer um exame visual para ajustar a graduação.
Aos 50
As mulheres
Podem notar muito mais secura do olho, uma vez que a queda de estrogénio na menopausa afeta a secreção do canal lacrimal.
Aos 60
A partir desta idade não deixe de consultar um especialista uma vez por ano. Aos 60 há um aumento do risco de catarata, AMD e glaucoma.

Sente que está a perder a visão?

Antes dos 40 a saúde visual é algo com que não tem de se preocupar muito, a não ser que tenha alguma patologia que implique o uso de óculos.
A partir desta idade aconselhamos a que preste mais atenção aos sintomas porque é normal que comecem a aparecer os primeiros sinais de vista cansada.
Devemos incutir na nossa rotina bons hábitos diários. A genética e a sorte contam, mas sem estas práticas podemos piorar.
Não se deve autodiagnosticar, faça um exame visual com um optometrista ou consulte um oftalmologista.

Moscas volantes

Vê pequenos pontos negros a movimentarem-se?
Os chamados corpos flutuantes ou moscas volantes formam-se no humor vítreo, um gel que preenche parte do olho. Ás vezes esse gel fica mais espesso e formam-se concentrações fazendo com que veja estes pontos ou nuvens. Se vê só pontos negros que se movem ao mexer o olho não é grave; se são flashes de luz pode ser uma rotura de vaso sanguíneo, vá ao médico.

Como cuidar dos seus olhos

1- Proteja os olhos como protege a pele
As radiações solares podem penetrar até às camadas mais profundas do olho. Conselho: proteja-os com óculos, mesmo em dias nublados, porque a radiação ultravioleta penetra igualmente.

2- Rímel e lápis – Hipoalergénicos
Sombras, rímel e eyeliners podem produzir alergias. Para as evitar use produtos hipoalergénicos, não partilhe os cosméticos e mude a sua máscara de pestanas a cada 3 meses.

3- Reduza o tempo de uso das lentes de contacto
Um estudo revela que não deve usar as lentes mais de 8 horas seguidas nem deve dormir com elas. Isto pode provocar secura excessiva, conjuntivites e lesões mais graves como inflamação na córnea.

4- Evite o Aspartame
Um estudo revela que o consumo deste edulcorante artificial pode afetar a visão porque contém 10% de metanol que é um composto que danifica a retina.

5- Aquecimento e ar condicionado? Estes dois veículos de climatização secam muitos os olhos.

6- Não esfregue os olhos com força
Este é o pior gesto que pode fazer porque degrada o colagénio ocular. Não se esqueça das pálpebras. Elas protegem os seus olhos de lesões e sujidade.

Glaucoma

Ultimamente tropeça mais?
O glaucoma produz-se porque o liquido que preenche o olho (humor aquoso) acumula-se e pressiona o nervo ótico.
O que faz? Destrói todas as fibras nervosas do nervo ótico e perde-se completamente a visão. De facto, o glaucoma é a segunda causa de cegueira no mundo e é responsável por 20% dos casos de perda de visão.

Ao princípio não dá sinais – calcula-se que metade das pessoas afetadas não sabe que tem glaucoma porque não produz sintomas evidentes.
O primeiro sintoma é a perda de visão lateral, pelo que pode sofrer mais quedas e golpes. Este tipo de acidentes deve servir para fazê-lo suspeitar e ir a um optometrista.
O ataque agudo do glaucoma avisa! Se nota que o olho endurece, dói e tem náusea, vómitos, visão turva, vá ao médico.

Vista cansada

Custa-lhe ver ao perto? É normal que a partir dos 40 comece a notar os primeiros sinais de vista cansada. O cristalino vai ganhando grossura e perdendo elasticidade.
O que envelhece o cristalino? Tomar certos fármacos durante um determinado tempo (antidepressivos, anti-histamínicos, diuréticos e corticoides); forçar muito a vista; ou transtornos como a anemia podem ser os causadores.

Olho seco

Sente o olho seco? Não é grave! No entanto, torna-se aborrecido porque provoca uma sensação de areia nos olhos.
Em dois simples gestos consegue minimizar este problema

  • Relaxe: de 15 em 15 minutos desvie a vista para um ponto longínquo e semicerre os olhos durante uns segundos.
  • Pestaneje: de vez em quando obrigue-se a fazê-lo de forma lenta assim estimula a secreção de lágrimas.

Luz azul: o que é e como se proteger dela

Em média, passamos mais de 8 horas diárias expostos à radiação da luz azul sem qualquer tipo de proteção.
A luz azul tem diferentes variações que podem afetar os olhos e causar danos na visão e perturbações no relógio biológico. Pode ser emitida pela luz natural exterior e pela luz artificial.
A taxa de radiação de energia, que atinge o olho, não é filtrada pelas lentes oftálmicas tradicionais.
As novas lentes ‘blue lock’ reduzem a taxa de radiação de forte energia, que atinge o olho, em 90% comparativamente às lentes sem este tratamento. Como? Bloqueiam a luz artificial dos equipamentos eletrónicos que utiliza todos os dias. Reduzem a exposição prolongada a esta luz azul e previnem danos na retina e problemas de visão graves, como cataratas.