Ínicio » Em Família » Brincar com telemóveis e tablets pode provocar atrasos na fala

A conclusão resulta de um estudo: quanto mais tempo as crianças com menos de dois anos passarem “agarrados” aos dispositivos móveis (smartphones, tablets, jogos de vídeo, etc.), maior é a possibilidade de sofrerem atrasos na fala. O estudo envolveu 894 crianças entre os seis meses e os dois anos e foi conduzido por uma equipa de investigadores do Hospital for Sick Children, no Canadá. De acordo com os pais que participaram no estudo, 20% das crianças passavam em média 28 minutos a mexer em dispositivos móveis. Através de uma ferramenta de rastreio, os investigadores verificaram a existência ou não de atrasos na linguagem.